Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

10/10/2017

Cesan participa de reunião com Agência Nacional de Águas

O empregado André Sefioni realizando a medição de vazão no 5 de Novembro, afluente do Rio Santa Maria do Doce.
O empregado André Sefioni realizando a medição de vazão no 5 de Novembro, afluente do Rio Santa Maria do Doce.

Nesta terça-feira (10), a Cesan e a prefeitura de Santa Teresa participam da primeira reunião com a Agência Nacional de Águas (ANA) para iniciar o projeto ‘Produzindo água doce, sustentando vidas’. O objetivo é a conservação, manejo e recuperação de solo e água da região.

De acordo com o gestor do Polo Santa Teresa (O-PST), Antônio da Silva Ferreira, essa primeira visita dos representantes da ANA ao município será para esclarecimento. “Eles realizarão uma visita institucional para alinhar o projeto com a prefeitura e parceiros, além de contribuir com informações de como funcionará”, contou.

Entre os 224 projetos inscritos, o projeto da Prefeitura em parceria com a Cesan se classificou em 3º lugar, e terá um total de R$ 962,1 mil para reduzir a erosão e promover a recuperação de 20 hectares na Bacia do Rio Santa Maria do Doce. Ao todo foram 36 classificados, mas apenas os três primeiros colocados terão investimento imediato. Os demais formarão um banco de projetos durante três anos, que poderão receber recursos desde que haja disponibilidade orçamentária e financeira da ANA.

Além do plantio de mudas, o projeto promoverá o cercamento de Áreas de Preservação Permanente (APP), totalizando cerca 4.680 metros de cerca. Também serão construídas 3.108 caixas secas em carreadores e ao longo das estradas vicinais. Os produtores participantes ainda receberão pagamento por serviços ambientais.

A participação da Companhia será por meio de medições de vazão e disponibilidade do banco de dados relativos à qualidade da água nas captações. “Essas medições, que terão o apoio da Gerência de Meio Ambiente, é uma forma de avaliar os impactos do projeto. Além disso, haverá o apoio logístico, quando necessário, em mutirões e datas comemorativas, conforme já é realizado pela Cesan”, informou Antônio.

Além do projeto de Santa Teresa, os projetos de Brejetuba e Atílio Vivacqua, também foram classificados em 5º e 36º lugares e ficarão no banco de projetos da ANA.

Informações à Imprensa:

Coordenadoria de Comunicação Empresarial da Cesan

Charley Fernandes

2127-5022

Márcia Brito

2127-5106 / 99865-5690

Raquel D´ávila

2127-5073 / 999097311

comunica@cesan.com.br

www.cesan.com.br

 

Escrito por: Agnes Xavier