Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

Monitoramento Ambiental

Programa de Monitoramento Ambiental

Objetivo: Medir o resultado que o investimento feito na ampliação dos sistemas de esgotamento sanitário tiveram nos recursos hídricos. O investimento foi feito pelo Governo do Estado, por meio da Cesan, com recursos financiados do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird). O monitoramento compreende municípios das regiões Metropolitana (Serra, Vitória, Vila Velha e Cariacica), Serrana (Conceição do Castelo, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Marechal Floriano), Litorânea (Guarapari) e do Caparaó (Irupi, Iúna, Ibatiba, Divino de São Lourenço e Dores do Rio Preto).
O monitoramento ambiental é um trabalho contínuo desenvolvido desde 2013 pela Cesan.

Área de abrangência do Programa de Monitoramento Ambiental

Programa de Monitoramento

Metodologia: Para avaliar a possível melhoria da qualidade da água dos corpos hídricos, foram selecionados os parâmetros: temperatura, pH, demanda bioquímica de oxigênio, oxigênio dissolvido, Escherichia coli, fósforo total, nitrogênio total, sólidos totais, turbidez e óleos e graxas. A partir desses parâmetros, para os cursos de água doce, é calculado o Índice de Qualidade da Água (IQA) e para os cursos de água com salinidade, os resultados são comparados às legislações Conama 357/2005 (Classificação e enquadramento dos corpos de água) e Conama 274/2000 (Balneabilidade).

REGIÃO MUNICÍPIOS MONITORADOS QUANTIDADE DE PONTOS MONITORADOS
Grande Vitória Serra, Vitória, Vila Velha e Cariacica 30 pontos
Região Serrana Conceição do Castelo, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Marechal Floriano 15 pontos
Região Litorânea Guarapari 8 pontos
Região Sul Irupi, Iúna, Ibatiba, Divino de São Lourenço e Dores do Rio Preto 18 pontos

Quantidade de pontos monitorados por região


Localização dos pontos monitorados na Baía de Vitória:

Baia_Vitoria

Manual Ambiental de Projetos e Obras

O objetivo principal da publicação é ampliar a responsabilidade ambiental da Cesan e de seus parceiros nos projetos, obras e operação de sistemas de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto.

Entre outros assuntos, o Manual Ambiental aborda questões legais, relacionadas ao meio ambiente, para desenvolvimento de projetos, execução de obras e operação dos sistemas de saneamento. Também traz referências de boas práticas ambientais. Devido à complexidade e ao caráter dinâmico do tema, o documento será periodicamente revisado.

O Manual Ambiental foi desenvolvido por técnicos da Cesan, sob a coordenação da Gerência de Meio Ambiente e Controle de Qualidade, e com a participação das gerências de Expansão, de Produção de Água, de Coleta e Tratamento de Esgoto e das gerências operacionais da Região Metropolitana da Grande Vitória e do Interior.