Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

04/12/2015

Adubo feito de lodo de esgoto recebe menção especial do Inoves 2015

texto:

IMG-20151203-WA0012

O projeto Biossólido – Agricultura Sustentável, desenvolvido na Diretoria de Meio Ambiente da Cesan, recebeu Menção Especial de Destaque em Práticas Sustentáveis do Prêmio Inoves. O anúncio foi realizado no Centro de Convenções de Vitória, na tarde desta quinta (03). O tema deste ciclo, A Fonte da Inovação Transforma Tudo, também foi lembrado na cerimônia.

O biossólido, produzido pela Cesan na Unidade de Gerenciamento de Lodo de Esgoto (UGL), é o lodo, resíduo gerado durante o tratamento do esgoto nas estações, transformado em adubo para a agricultura. “Mais verdes e com os troncos mais grossos e cheios de folha”. É assim que Túlio Von Randow, produtor de eucalipto em Vila Velha, descreveu sua lavoura após utilizar o biossólido.

O projeto, desenvolvido em parceria com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) desde 2007, está há um ano distribuindo o adubo a oito agricultores da Grande Vitória cadastrados no programa. Atualmente são produzidas 60 toneladas por mês, utilizadas em 11 hectares de culturas como seringueira, eucalipto, banana, café conilon, cana-de-açúcar e abacaxi.

Para Fátima Lima, engenheira química responsável pelo projeto e coordenadora da UGL, o projeto atendeu ao tema deste ciclo do Prêmio, que foi a sustentabilidade. “O adubo feito do lodo é o fechamento de um ciclo sustentável: alimento, consumo, esgoto, adubo, uso na cultura, alimento novamente. Com a visão industrial fecha o ciclo produção, consumo, descarte, produção”, explica.

Segundo Lima, foi uma grande satisfação receber a Menção. “Teremos mais motivação para dar continuidade ao processo de produção do biossólido. Colocá-lo efetivamente no mercado é uma nova meta”, afirma.

Para o diretor de Meio Ambiente da Cesan, Anselmo Tozi, a 11ª edição do Prêmio Inoves esteve alinhada com o momento de alta relevância da questão ambiental que estamos vivendo. “A crise hídrica, o acontecimento no Rio Doce, são fatos marcantes deste ano, que esperamos transformem a forma de se viver em sociedade. Cada vez mais o reúso, o reaproveitamento de resíduos, tem que se tornar algo natural, do cotidiano de cada um”, afirma.

O gerente de Coleta e Tratamento de Esgoto da Companhia, Luiz Cláudio Rodrigues, também enfatizou a importância da sustentabilidade nos dias atuais. “O adubo de lodo reduz a utilização de fertilizantes e também retém mais água no solo diminuindo a irrigação. Além disso, antes pagávamos para o lodo ir para um aterro, agora ele é transformado em algo que traz benefícios e renda para os pequenos agricultores”, comemora.

O Prêmio 

O Inoves é uma iniciativa do Governo do Estado do Espírito Santo que estimula fortemente o desenvolvimento de uma cultura de inovação e empreendedorismo no contexto do serviço público. Ao mesmo tempo, contribui para a valorização do servidor por meio da disseminação de conceitos modernos de gestão e do reconhecimento de práticas inovadoras.

Informações à Imprensa:

Coordenadoria de Comunicação Empresarial da Cesan

Almir Casagrande

2127-5071 / 99865-5690

comunica@cesan.com.br

www.cesan.com.br