Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

19/05/2017

Água de esgoto tratada é utilizada na irrigação de vias públicas e construção civil

20160330_061621A água proveniente das Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) está sendo reutilizada por empresas privadas e prefeituras em atividades industriais, construção civil e irrigação de espaços públicos. O objetivo é evitar o uso e consequente desperdício de água tratada. A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), responsável pelo fornecimento, submete o efluente das Estações de Tratamento a um processo de limpeza capaz de remover entre 95 e 99% da carga orgânica de esgoto, o que deixa a água própria para manuseio humano.

Fernando Baptista, engenheiro da Divisão de Gestão Ambiental da Cesan, afirma que a qualidade da água reciclada é bem próxima da tratada. “O efluente, após passar por um processo de desinfecção por um equipamento ultra-violeta, recebe cloro granulado, que mantém a quantidade de cloro acima de 1 mg/l.  Isso significa que a água de reúso é 100% segura para ser manuseada por humanos e pode ser utilizada para fins menos nobres”.

A Prefeitura de Vila Velha foi a primeira a utilizar água das Estações de Tratamento, no ano de 2015, quando a Agência Estadual de Recursos Hídricos, em função a crise hídrica, determinou a proibição do uso de água tratada para atividades diversas ao consumo humano. Desde então, a Prefeitura coleta água na ETE de Araçás para irrigação de áreas verdes e lavagem de ruas onde ocorrem as feiras livres. De acordo com a secretária de Serviços Urbanos de Vila Velha, Marizete de Oliveira, a Prefeitura economiza cerca de 80 mil litros de água diariamente ao utilizar água das ETEs.

20160330_082935 editada“Cada litro de água de reúso utilizado representa um litro de água conservada em nossos mananciais. É uma maneira eficaz de assegurar que as gerações futuras tenham acesso a esse recurso tão precioso e essencial à vida, que é a água potável”, observa Marizete.

Segundo Fernando Baptista, além de evitar o desperdício, a água das ETEs também representa uma economia financeira para quem compra, pois o valor é mais baixo do que o da água potável. O engenheiro alerta que, para adquirir esse produto, é preciso atender algumas exigências estabelecidas na Norma de Utilização da Água das Estações de Tratamento, tais como: a presença de um engenheiro responsável por atender as especificações legais e a correta sinalização do transporte dessa água, que deve ser feito por veículo próprio, o qual não pode ser utilizado para transportar água potável.

Informações à Imprensa

Coordenadoria de Comunicação Empresarial da Cesan

Márcia Brito

2127-5106 / 99865-5690

Raquel D´ávila

2127-5073 / 999097311

Charley Fernandes

2127-5022

comunica@cesan.com.br

www.cesan.com.br